Bolo Caixinha de Jóias: Como cobrir um bolo quadrado com pasta americana?

Este bolo é um sucesso! Já fiz várias vezes e continua sendo uma ótima idéia para aniversários.

A caixa de presente já é fofa, mas quando sugere a famosa caixinha de jóias da Tiffany’s fica irresistível… <3 Quem não gostaria de ganhar uma?

bolo caixinha tiffany

Para que o bolo fique interessante, é importantíssimo que a caixa, que por definição é quadrada, fique realmente “quadrada”, com as quinas bem definidas.

Há várias maneiras de fazer isso e tudo começa com um bolo muito bem montado, que já esteja bem reto e com os ângulos bem definidos. Mesmo assim, as pontinhas podem ficar decepcionantes… E é aqui que entra a minha dica:

Tenho experimentado fazer a ponta das quinas de pasta, quase como um pequeno triângulo colado ao bolo e depois coberto com ganache ou glacê real. O efeito é incrível! Tome cuidado para não exagerar, porque a pasta pode aparecer. ;)

foto 1


foto 2

foto 3

 

 

Bolos Decorados para Casamento: Releitura da Técnica de Lambeth

10589044_10204494337422312_1817256021_n

Várias pessoas me escrevem diariamente interessadas em participar de cursos, aulas e workshops. Fico super feliz pelo interesse que vejo crescer todos os dias nessa área que amo tanto… No entanto, muitas pessoas não estão em SP – onde moro – e não conseguem participar de uma das minhas aulas. Justamente por isso fiquei bastante animada com o convite da EduK de ministrar um curso completamente online.

otavia

Nesse curso, que se inspira na tradicional técnica Lambeth, desenvolvida na Inglaterra, em uma releitura de bolos atuais, ensinarei três bolos que abrangerão desde os desenhos mais simples até os mais elaborados, todos desenvolvidos exclusivamente com o uso de glacê real e bicos de confeitar básicos. Neste sentido, é um curso que ensina uma técnica de extremo valor agregado com baixo custo de produção. Além disso, traz demonstrações passo a passo de todas as etapas, dicas de como marcar e criar desenhos e técnicas para acabamentos e finalizações.

otavia 02

O curso terá carga horária de 12 horas e pretende atender confeiteiros interessados em desenvolver técnicas e habilidades para a decoração de bolos, usando o bico de confeitar e o glacê real. O curso estará disponível de forma gratuita no site da EduK, porém, quem estiver disposto a investir uma pequena quantia, terá acesso a material exclusivo e poderá ver e rever o curso várias vezes!

10567505_10204494338022327_339105732_n

Quer se matricular? Então, acesse:

http://www.eduk.com.br/ao-vivo/1254-bolos-decorados-para-casamento-releitura-da-tecnica-de-lambeth?a=otavia-sommavilla

 

Cheesecake de Figo

Faz um tempo que ando pensando em como seria um cheesecake que, ao invés de frutas vermelhas ou alguma geleia, tivesse uma cobertura de figos frescos!

Tudo começou quando comi uma bruschetta divina que tinha queijo e figo. Fiquei pensando nisso e, como a época dos figos roxos chegou, resolvi testar. Depois descobri que não é nenhuma idéia inédita… Achei várias receitas na internet, algumas até com um toque de balsâmico. A minha versão foi feita com vinho tinto e mel, que tem tudo a ver com figo. Amei o resultado!

10559094_10204460064205503_1990214158_n

O cheesecake é muito simples. Foi inspirado em uma receita da Nigella (http://www.nigella.com/recipes/view/cherry-cheesecake-34) de um cheesecake de cerejas, que tinha o detalhe de não precisar ir ao forno. Mudei a proporção de tudo, coloquei mais queijo, mas o método usado foi o dela. Muito prático, rapidíssimo e não racha de jeito nenhum!

Ingredientes

200 g de bolachas leite e mel

100 g de manteiga sem sal

450 g de cream cheese

250 g de creme de leite fresco

130 g de açúcar de confeiteiro

1 colher de chá de suco de limão siciliano raspas de limão (aproximadamente ¼ de limão)

3 colheres de chá de gelatina em pó sem sabor

3 colheres de sopa de água

Bata as bolachas no processador ou liquidificador até que vire um pó. Derreta a manteiga e misture, formando uma farofa bem úmida. Coloque no fundo de uma forma redonda de 20 cm de diâmetro, untada com manteiga. Reserve. Bata o cream cheese com 80 g de açúcar até ficar homogêneo. Junte as raspas e o suco de limão siciliano. Reserve.

10544846_10204460059645389_522367344_n

Hidrate a gelatina na água e derreta no microondas tomando cuidado para a mistura não ferver. Mexa para que esfrie um pouco e junte à mistura de cream cheese mexendo com fouet.

10567903_10204460059805393_301156965_n

Bata o creme de leite fresco com o açúcar restante até o ponto de chantilly. Misture delicadamente ao creme de queijo. Coloque este creme em cima do fundo de bolachas e leve à geladeira por 4 horas para que fique firme.

10527968_10204460062285455_1783910039_n

10559237_10204460062605463_38485204_n

Cobertura

1 caixa de figos frescos roxos

1 xícara de vinho tinto seco

4 colheres de sopa de mel

2 colheres de sopa de açúcar

1 raminho minúsculo de alecrim

Coloque o vinho, mel e açúcar em uma panela rasa e deixe ferver até reduzir à metade. Junte os figos cortados ao meio e o raminho de alecrim.

10567513_10204460062805468_257840067_n

Deixe em fogo forte por 3 minutos, para que soltem um pouco do suco. Cuidado para não cozinhar demais os figos.

10576933_10204460062885470_1835954378_n

Espere esfriar e coloque em cima do cheesecake, que já deve estar firme, ou se preferir sirva em uma molheira à parte.

10567452_10204460063245479_249838285_n

10566277_10204460064005498_1498501892_n

 

<3 Barrinhas de Cereais <3

Já que nada é melhor do que uma granola caseira, resolvi tentar fazer uma barrinha de cereais super saudável.

Elas são ótimas para um lanchinho rápido e podem ficar d-i-v-i-n-a-s! Sem falar que não dá trabalho nenhum…

O resultado é uma barrinha mais crocante quando sai do forno e que, no dia seguinte, desenvolve uma textura maravilhosa. Além de gostosa, já que é para ser natural, você sabe tudo que faz parte da receita, então nada de ingredientes esquisitos ou difíceis de encontrar! ;)

Eu embrulhei as minhas em papel celofane, depois de frias e a durabilidade é de 4 dias. Quer aprender? Lá vai:

Ingredientes

2 ½ xicaras de aveia em flocos

150 g de amêndoas (sem sal e com pele)

¼ xícara de óleo de girassol

150 g de damascos secos picados

100 g de coco seco ralado

3 colheres de sopa de linhaça dourada

½ xícara de mel de flor de laranjeira

½ xícara de açúcar mascavo

1 pitada de sal

Misture as amêndoas e a aveia em uma assadeira e leve ao forno à 180 graus por 10/15 minutos para que tostem. A aveia vai ficar ligeiramente dourada.

10501483_10204396949387672_1383859488_nLeve ao fofo o mel, o açúcar, o óleo e o sal e aqueça até ferver. Deixe ferver por um minuto.

10536586_10204396951547726_184274399_nMisture os demais ingredientes à mistura de amêndoas e aveia e jogue a calda de mel e açúcar mascavo por cima, mexendo rapidamente.

10566664_10204396954187792_1746283052_nForre uma forma retangular pequena (20 X 30 cm) com um tapete antiaderente, deixando que ele cubra também os lados da assadeira e unte com óleo.

10551865_10204396954747806_685191991_nColoque a mistura dentro da assadeira e aperte um pouco para que preencha todos os espaços.

10525015_10204396956747856_1405698568_nLeve ao forno à 180 graus e asse até que fique dourado (aproximadamente 20 minutos).

10531127_10204396959067914_1927700262_nRetire do forno e deixe esfriar dentro da forma para que fique firme. Com a ajuda do tapete antiaderente, retire a sua barra de cereais da assadeira e com uma faca seca e bem afiada, corte em quadradinhos ou em barrinhas.

Rendimento : aproximadamente 25 unidades.

10566364_10204396961427973_1146746241_n

 

Livros mais amados! <3

10528081_10204337409059201_1782014196_nRecebi uma mensagem pedindo uma lista de livros preferidos e adorei a ideia. Foi difícil escolher os mais amados!

Há vários livros interessantes e importantíssimos para todos os profissionais, com técnicas e dicas ótimas, e poderia fazer uma lista enorme por tema. Mas aqui, coloquei aqueles que me inspiram sempre. São todos importados, a maioria em inglês, mas todos muito completos e didáticos, com fotos de passo-a-passo e detalhes. (Quem quiser comprar, recomendo procurar na amazon.com!)

O mais querido de todos é o “Cakewalk” da Margaret Braun. Meu exemplar está tão velhinho e usado que já perdeu a capa… Aproveitando, acabou de entrar no ar o site novo dela, e vale a pena conhecer. Ficou lindooooo: www.margaretbraun.com!

10474157_10204337409979224_1237450765_n

O livro tem de tudo um pouco: O processo criativo, técnicas bem explicadas, receitas que funcionam (os bolos são deliciosos!!!) e um jeito lindo de combinar cores que sempre encanta.

Pessoalmente, amo modelagem e duas autoras são super importantes na minha opinião: Debbie Brown e Maisie Parrish. No caso da Debbie, o “Enchanted Cakes for Children” é o meu preferido. Modelagens de efeito lindo e fáceis. O site dela tem várias coisas lindas: http://www.debbiebrownscakes.co.uk

A Maisie Parrish também tem vários livros, todos incríveis. Ela faz bonecos cheios de expressão, muito fofos! http://www.maisieparrish.com. O “Cakes with Character” é o eleito!

Falando em modelagem, têm mais dois livros que ando namorando muito:

10525096_10204337413739318_2022244057_n

“Magic Marzipan” do suíço Franz Ziegler (http://www.franzziegler.ch) traz uma modelagem super diferente, feita toda em marzipã. Olha este dinossauro que aparece na capa! <3 <3 <3

10543762_10204337417179404_1557586679_nE o “Animation in Sugar” do Carlos Lischetti, http://carloslischetti.blogspot.com.br, sobre o qual já falei aqui no blog.

Na foto lá de cima eles nem aparecem direito, mas eu amo os dois livros da Elisa Strauss, de Nova York (http://www.confetticakes.com). Ela já lançou o “Confetti Cakes” e o “Confetti Cakes for Kids”. Estes dois livros são muito lindos, com todos os tipos de dicas e técnicas e também tem receitas maravilhosas. Já testei várias e sempre deram certo! É perfeito para quem quer fazer bolos esculpidos, pois as instruções dela são completíssimas. Além dos bolos, há biscoitos e cupcakes que são um sucesso! ;)

Moelleux Fondant de Pera e Chocolate

Depois de namorar bastante meu livro do Alain Ducasse, que mostrei aqui no blog faz um tempinho, chegou a hora de colocar a mão na massa. A receita eleita foi a deste Moelleux Fondant – uma receita tradicional francesa, que por aqui a gente se acostumou a chamar de petit gateau! Neste caso, com o detalhe delicioso de ter uma mini pera, bem macia e cozida em calda de baunilha. O resultado ficou mais para um suflê de chocolate, já que a massa é muito leve. Uma espuma de chocolate!

1082094_10204284581498545_1545765206_nMudei algumas coisinhas em relação à receita original, que pedia mel e rapadura. Como eu não tinha rapadura, usei açúcar mascavo na receita toda. Também optei por não desenformar os bolinhos e servir dentro das formas. Outro detalhe: A receita rende 4 porções enormes! Eu acho até que daria para aumentar a quantidade de peras para 6 unidades e dividir a massa em 6 forminhas.

Ingredientes

4 peras portuguesas maduras e pequenas

1 fava de baunilha

7 colheres de sopa cheias de açúcar mascavo

100 g de chocolate meio amargo

50 g de manteiga sem sal

2 ½ copos de água

5 gemas

4 claras

Descasque as peras, mantendo os cabinhos. Faça um pequeno corte nos fundos e com a ponta da faca retire com muito cuidado o miolo das peras (caroço).

10501320_10204284576658424_908297208_nEm uma panela pequena, que comporte as 4 peras em pé, coloque a água, 4 colheres de sopa de açúcar mascavo e a fava de baunilha aberta no sentido do comprimento, com as sementinhas raspadas. Leve ao fogo, e deixe levantar fervura. Caso as peras estejam muito duras, deixe que cozinhem um pouco, mas não exagere, pois elas podem desmanchar. Desligue o fogo e deixe que as peras esfriem na calda.

10517194_10204284577818453_1380346861_nEnquanto isso, derreta a manteiga (usei micro ondas mesmo!) e junte o chocolate picado, mexendo até que fique homogêneo.

10519777_10204284578338466_2006753300_nSeparadamente, bata as gemas com as 3 colheres de açúcar restantes, até que fiquem cremosas e mais claras. Misture delicadamente ao chocolate.

10510265_10204284579658499_1493471342_nPré aqueça o forno à 180 graus. Bata as claras em neve e junte à mistura de gemas e chocolate.

10487115_10204284580738526_1059868750_nUnte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo 4 formas de cerâmica fundas (formas de suflê individuais funcionam super bem!) e divida a mistura de chocolate. Coloque uma pera no centro de cada porção e leve ao forno pré aquecido por 10 a 15 minutos, até que fiquem bem crescidos. Retire e sirva imediatamente.

 

GELEIA: Huuuuuuuum!!!

O inverno finalmente está começando e mesmo que a gente não tenha um frio de verdade por aqui, os dias são mais frescos e eu finalmente me animo a fazer geleias!

10490307_10204232957327973_1067809582_nAcho até bom ficar perto do fogo, enquanto frutas, açúcar e outras coisinhas mais derretem, perfumando a casa. Falando em geleia, a minha inspiração é a Chef Christine Ferber. Ela é de Niedermorschwihr, na Alsacia, França. http://www.christineferber.com

Apesar da sua lojinha “Au Relais des Trois Epis” ser pequena, suas geleias estão nas melhores cozinhas, tendo chefs como Alain Ducasse, ou a família Troisgros como fãs de carteirinha.

10488993_10204232951247821_808116239_n

Ela é uma Chef Patissière par excellence e faz de tudo: bolo, chocolate, biscoitos… e as melhores geleias do mundo! Qual será o segredo? Talvez,seja porque a própria pode ser vista na sua cozinha, às 5 horas da manhã, 6 dias por semana, trabalhando com muito amor!

Ela também é responsável por todas as compras, escolhendo a dedo seus ingredientes, cerejinha por cerejinha…

Quem quiser pode dar uma olhada nesta matéria: http://www.nytimes.com/2013/04/24/fashion/24iht-rjam24.html?pagewanted=all&_r=0

Uns anos atrás, seu livro “Mes Confitures” foi traduzido para o inglês, deixando tudo ainda mais acessível. http://www.amazon.com/Mes-Confitures-Jellies-Christine-Ferber/dp/0870136291/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1403571268&sr=8-1&keywords=mes+confitures

O livro é simples e lindo, com uma capa de tecido vermelho <3 e um encarte de fotos no meio. As ideias são fantásticas!!!

Que tal uma geléia de vinho Gewürztraminer? Ou então Peras e Marrons Glacés? Separadas de acordo com as estações do ano e todas dão água na boca… Ainda quero fazer a de Framboesa, Lichia e água de rosas e também a de Pera, vinho Pinot Noir e canela. Além das receitas diferentes, ela ensina sua técnica para fazer uma geleia-base de maçã verde, que serve como “corpo” para sabores mais exóticos, como a geleia de vinho ou de limão. E dá para perceber que seu estilo é bem característico, sempre com muita fruta em pedaços – algumas receitas lembram mais uma compota!

Hoje, uma bem simples, com ingredientes fáceis: Maçãs vermelhas, passas, nozes, canela e rum.

*Editado: Recebi duas mensagens perguntando sobre o tipo de “geleia” de que trata o livro. Em português, usamos em geral o mesmo termo, mas em francês existe a diferença entre “confiture” e “gelée”, ou “jams” e “jellies” em inglês. A receita que postei aqui é uma “confiture”, em que as frutas em pedaços são conservadas em açúcar, e não há a extração do suco, ou o processo de peneirar ou coar a mistura, assim como a maioria das receitas da chef.

Ingredientes

1,2 kg de maçãs vermelhas com casca (você vai precisar de 1 kg de peso liquido)

800 g de açúcar

1 fava de baunilha

100 g de passas Smyrna

150 g de nozes em pedaços

suco de 1 limão siciliano pequeno

1 colher de chá de canela em pó

50 g de rum

Descasque as maçãs, corte ao meio, retire o miolo e corte em fatias grossas.

10487129_10204232952687857_1875688157_n

10474472_10204232953727883_267945523_n

10501331_10204232954447901_1519067486_nCombine as maçãs, suco de limão, açúcar e fava de baunilha (cortada no sentido do comprimento e raspada) em uma panela. Usei panela de ferro de fundo esmaltado – não use alumínio! E leve a fogo até ferver de leve.( foto 4)

10487129_10204232954887912_1676019099_nRetire do fogo, despeje em um bowl de cerâmica, cubra com papel manteiga (aderido à fruta) e leve à geladeira de um dia para outro. Coloque as passas de molho no rum, cubra com filme plástico e deixe descansar também até o dia seguinte.

No dia seguinte, retire o papel e leve novamente ao fogo.

10485197_10204232955447926_1108990010_nQuando começar a ferver, retire a espuma que se formar com uma escumadeira. Acrescente as passas e o rum e também a canela. Deixe ferver 5 minutos e retire a fava de baunilha. Acrescente as nozes. Cheque o ponto, colocando uma pequena porção em um pires. Ao esfriar dá para saber se a geleia já está pronta!

10510410_10204232956287947_424325586_n10478009_10204232956807960_1537879365_nNas instruções gerais do livro a chef recomenda que as geleias sempre cozinhem até 105 graus Celsius. Caso pretenda guardar, coloque em potes pré esterilizados (instruções mais do que completes do Victor Hugo aqui: http://pratofundo.com/2457/como-se-faz-esterilizar-vidros-para-conserva/)!

photo.php