Por que cozinhar resolve todos os problemas do mundo? Michael Pollan e Ferran Adrià em livros.

10418381_10204981175872969_9121044957128713322_n

 

Ando apaixonada por dois livros lindos!

O primeiro é o livro novo do Michael Pollan: “Cozinhar – Uma história natural da transformação”. Este jornalista é uma das pessoas mais importantes na gastronomia mundial, na minha opinião. Ele escreveu vários livros, sendo “O Dilema do Onívoro” um dos mais incríveis.

No “Cozinhar”, ele simplesmente diz que todos os problemas do mundo poderiam ser resolvidas se as pessoas voltassem a cozinhar em casa. Nada contra restaurantes, mas ele ataca a comida industrializada, ultraprocessada e com “ingredientes” mais do que dispensáveis.

Cozinhar nos define em vários sentidos, começando com a vertente da antropologia que coloca esta atividade como a que promoveu nossa evolução e diferenciação, passando pelas questões de cultura e convivência social também.

No mundo moderno, por outro lado, cozinhar nos ajuda a entender e sentir a complexidade do mundo, o poder da natureza, e dá mais sentido ao esforço humano presente na cadeia de produção de alimentos. Tudo isso pode passar despercebido se preparar a sua refeição se resume a abrir uma caixinha.

Enfim, uma paixão! <3!!

O meu eu ganhei de presente da Chef Karina Ferrari, mas vc acha super fácil em todas as livrarias… Editado pela Intrínseca.

 

livros

 

O segundo livro é o “A refeição em família”: O Ferran Adrià, que todo mundo conhece como o melhor cozinheiro do mundo, e que ajudou a revolucionar a gastronomia contemporânea com suas espumas malucas, também é ótimo no “trivial variado”: Já faz um tempo que lançou um livro sobre comida caseira, e eu estava namorando.

A obra se chama “A refeição em família”, editada pela Phaidon e no Brasil, pela Ediouro.

Eu já gostei do livro por fora, a capa é linda. E, de cara, ele explica que a “refeição em família” do título é o jantar que todos os dias, todos os funcionários do El Bulli faziam juntos, antes de começar o serviço do restaurante que foi eleito o melhor do mundo várias vezes, antes de fechar.10409581_10204981176632988_392048349194083959_n

São pequenos menus: entrada, prato e sobremesa. Tudo simples, com ingredientes bem comuns, e o mais importante: Preparo acessível! Nada de deixar marinando 18 horas, ou cozinhar em baixa temperatura, usar um thermomix… etc.. etc… Ou seja, perfeito para todo mundo fazer em casa.

A idéia dos cardápios é boa também porque quem cozinha diariamente sabe que um dos problemas que aparece é saber o que fazer, sem cair na monotonia. Vale lembrar que as refeições tem um estilo bem europeu, ( massa como primeiro prato, por exemplo) e logicamente, alguns clássicos espanhóis.

 

Bolo da Semana: Naked Lindos!

Na semana passada, postei dois naked cakes na página e recebi vááááários nakeds feitos por vocês super bonitos! =D

Então, decidi fazer um #surpreendaachef especial com alguns dos que mais gostei. Confira:

Ludmila

Bolo feito pela Ludmila

Andréa

Bolo feito pela Andrea

Grazielle

Naked da Grazielle

Priscila

Naked da Priscila

Maria Aparecida

Naked Cake da Maria Aparecida

E continue mandando seus bolos e contando suas experiências na cozinha pra gente lá na página:

https://www.facebook.com/otaviaboloebrigadeiro

Adoro receber suas mensagens!!! <3

 

Receita: Cookies de Aveia e Nozes

Screen Shot 2014-09-12 at 2.41.47 PM

Gente, esta receita parece uma brincadeira, de tão simples e rápida. Mas não se engane, estes cookies ficam deliciosos e também tem muita fibra e mais uma porção de coisas boas!

Ingredientes

1 ½ xícara nozes picadas grosseiramente

2 xicaras aveia em flocos

¾ xícara farinha de trigo

½ xícara de açúcar mascavo

1 colher de chá de bicarbonato de sodio

1 colher de chá de canela em pó

½ xícara de mel

¼ xícara de óleo de girassol

¼ xícara de leite de coco

Misture os ingredientes secos e reserve. Misture mel, óleo de girassol e leite de coco. Junte as duas misturas, amassando até ficar homogêneo. A massa vai ficar úmida e esfarelenta! Faça bolinhas e achate, colocando na assadeira untada e enfarinhada. Deixe bastante espaço para que os cookies cresçam.

10704981_10204871529611881_972661763_n

10704975_10204871530291898_438720478_n

10583310_10204871530731909_1963271262_n

10668658_10204871531451927_943861704_n

Jordi Bordas: O Destaque ao Produto e a Coupe du Monde de La Pâtisserie

10685196_10204788432254499_804102521_n

Esta semana fui convidada para um evento lindo, cheio de novidades e queria dividir com vocês.

A Harald, fabricante do Harald Unique, chocolate gourmet feito totalmente no Brasil, trouxe o Chef Pâtissier Jordi Bordas para uma apresentação e um encontro. A história dele com Coupe du Monde de La Pâtisserie é bem interessante: Este é considerado o concurso mais difícil de todos e o mercado considera que as equipes campeãs representam o que há de melhor no planeta em termos de confeitaria.

2eeb4fbf9a83a5c3d90b28664c286d10a003b2dcEm 2009, o Chef participou e foi um pesadelo! A equipe ficou em penúltimo lugar – o que, cá entre nós, não devia ser esperado de um dos países de maior evidência na gastronomia atual. Apesar do balde de água fria, teve ânimo para decidir tentar de novo e durante dois anos (DOIS ANOOOOOS!) trabalhou mais de 10.000 horas com foco na próxima edição da Copa.

198-espagne-statue-sucre2

Em 2013, como capitão do time espanhol, foi campeão do mundo! (Coisa que nunca aconteceu antes, já que este concurso sempre tem mais ou menos os mesmos países no topo sempre. Durante todo o encontro em São Paulo, ele deixou bem evidente que um resultado destes só foi alcançado por conta de muito trabalho e de um time unido pelos mesmos valores e pela mesma ambição. E mandou um recado: A gente não pode nunca deixar de acreditar em um sonho!

10660539_10204788431814488_764287453_n

Outro ponto bem legal sobre o qual ele falou foi a (velha) questão de valorização do produto. Cada vez mais uma preocupação com preservar os sabores em sua forma mais pura, o uso cada vez menor de aditivos ou pré-misturas, e uma preocupação constante e crescente com o valor nutricional do produto finalizado. Para vocês terem uma idéia, uma das sobremesas campeãs, a torta Rosa dos Ventos, era à base de mousse de chocolate. Ele fez uma demonstração ao vivo da mousse e, pasmem, usou água para derreter o chocolate. Nada de Creme de leite! A receita da mousse era apenas claras, açúcar, chocolate e água.

10656437_10204788428454404_418709033_n

Ele acredita em uma abordagem inovadora da confeitaria, em que podemos harmonizar estas questões, tendo um produto final de sabor inigualável e ao mesmo tempo, feito de uma forma consciente. Para finalizar, ele entregou que usa o congelamento sem nenhum preconceito, para resolver questões logísticas e de produção. Acredita que desde que feito com a técnica correta e respeitado um limite de tempo, pode auxiliar o trabalho do chef sem perda de resultado. Depois de ouvir tudo isso, tivemos a chance de degustar os doces, feitos em uma versão de apresentação simplificada, mas SENSACIONAIS!!!!! A torta Rosa dos ventos tinha um miolo de frutas ( manga), mousse de chocolate e uma base de biscuit de avelãs. DELICIA!

10634446_10204788428734411_1230240074_n

Quer conhecer mais do trabalho desse chef incrível? Acesse: www.jordibordas.com!

 

Bolo Caixinha de Jóias: Como cobrir um bolo quadrado com pasta americana?

Este bolo é um sucesso! Já fiz várias vezes e continua sendo uma ótima idéia para aniversários.

A caixa de presente já é fofa, mas quando sugere a famosa caixinha de jóias da Tiffany’s fica irresistível… <3 Quem não gostaria de ganhar uma?

bolo caixinha tiffany

Para que o bolo fique interessante, é importantíssimo que a caixa, que por definição é quadrada, fique realmente “quadrada”, com as quinas bem definidas.

Há várias maneiras de fazer isso e tudo começa com um bolo muito bem montado, que já esteja bem reto e com os ângulos bem definidos. Mesmo assim, as pontinhas podem ficar decepcionantes… E é aqui que entra a minha dica:

Tenho experimentado fazer a ponta das quinas de pasta, quase como um pequeno triângulo colado ao bolo e depois coberto com ganache ou glacê real. O efeito é incrível! Tome cuidado para não exagerar, porque a pasta pode aparecer. ;)

foto 1


foto 2

foto 3

 

 

Bolo da Semana: O Mar de Daniela

10595723_930319556984987_360102806_n

Sempre recebo fotos de bolos feitos pelas minhas queridas seguidoras e tive a ideia de postar aquele que mais chamou minha atenção aqui no blog. O que acham? =D

10609139_930319553651654_962179811_n

A ideia é poder interagir cada vez mais com vocês que me acompanham e também conhecer um pouquinho mais da história de cada uma de vocês.

10609214_930319563651653_510203781_n

O primeiro bolo que escolhi foi feito pela Daniela Zaraya Moraes. Ela mandou as fotos do bolo e contou porque escolheu esse bolo tão especial:

“Mestra! Seguem as fotos do bolo mais especial pra mim. Eu estava num momento muito complicado, tinha acabado de perder um amigo de 20 anos, e tinha que entregar. Fiz uma oração, pedi pra Deus para o trabalho sair bonito e bem feito, apesar da minha tristeza. Pedido atendido, todos gostaram e enquanto eu decorei o bolo, pude esquecer a tristeza pela perda do amigo. Foi uma terapia pra mim. Beijos!”

Me emocionei com a história da Daniela e amei o bolo! <3 <3 <3

10613847_930319546984988_1889208467_n

Quer ver o seu bolo aqui no blog? Mande a foto e conte como foi fazê-lo via mensagem privada lá no facebook:

https://www.facebook.com/otaviaboloebrigadeiro

Dicas: Como modelar uma bailarina em pasta americana?

O tema ballet faz sucesso com muitas meninas de todas as idades. E pode ser uma ideia relativamente simples de ser executada, considerando que a bonequinha vai ser a “atração” do bolo. A maior dificuldade nestes casos pode ser a modelagem do corpo da boneca, se a você quiser colocar a bonequinha “dançando”.

bailarina para blog II

Uma dica muito legal, que aprendi em um curso com a Debbi Brown anos atrás, é a de modelar as pernas e deixá-las secando deitadas em um “montinho” de açúcar impalpável, o que faz com que elas não achatem e mantenham o formato de perna.Também é muito importante nestes casos usar uma pasta firme. Neste caso eu usei pasta americana misturada com massa elástica (que seca bem mais rápido!) e com um pouco mais de açúcar acrescentado. Como a massa estava mais dura tive que modelar bem rápido para evitar que rachasse! ;)

pernas ok

Esta técnica é importante sempre que o apoio da peça é mais estreito que o resto e precisa estar seco e ter boa resistência para o restante da modelagem. Já com as pernas secas, basta completar a bonequinha!

Ah, outro detalhe: Notem que o palito que sustenta a modelagem é grande. Estou usando palitos de algodão doce, compridos o suficiente para sustentar toda a boneca e transpassar o bolo todo.

bolo bale para blog